TopBarBannerDesk
TopBarBannerMobile
Você esta em:

Carrinho

O acabamento é uma das etapas da construção mais importantes, não é mesmo? É nesse momento que o projeto vai ganhando forma e aumenta a expectativa de ver a casa pronta.

Pisos e revestimentos são a matéria-prima primordial para a cobertura das paredes e do chão. Para cada tipo de ambiente, existe um perfeito considerando suas ideias e o seu orçamento. O mercado conta com vários tipos de pisos e revestimentos e a Carajás tem excelentes opções que, certamente, deixarão o seu lar ainda mais bonito.

O porcelanato é um dos queridinhos dos projetos mais estilosos e contemporâneos. Ele combina com os mais diversos tipos de ambientes e possui uma variedade enorme de modelos e cores. Esse tipo de piso é considerado um piso frio e entre suas principais características destacam-se: baixa absorção de água, facilidade de limpeza, resistência à abrasão física e química e uniformidade da coloração.

A maioria dos porcelanatos conta com uma camada protetora que garante mais brilho à peça. Só não vale usá-lo em áreas externas ou em áreas com excesso de umidade, ok? Se você não abre mão do porcelanato e mesmo assim quer usar ele nesses ambientes, opte pelo porcelanato acetinado que é menos escorregadio.

O piso cerâmico é o tipo de piso mais comum do país e pode ser usado em áreas internas e áreas externas. Se você planeja aplicá-lo em ambientes com umidade, o ideal é que ele seja antiderrapante. A cerâmica é extremamente versátil e de fácil aplicação e limpeza. No verão, ela ajuda a manter a casa fresquinha e também dá a sensação de amplitude ao ambiente.

Ah! Uma vantagem dos pisos cerâmicos é que eles são antialérgicos, anti-inflamáveis e possuem bom custo-benefício. A sua superfície pode ser esmaltada, lisa, acetinada, em relevo ou até mesmo rústica. Você também pode optar por acabamentos de borda reta ou borda arredondada. Antes de comprar o seu piso cerâmico, presta atenção na sigla PEI, que significa Resistência à Abrasão. Quanto maior é o número da PEI, maior é a resistência cerâmica.

Gosta de madeira? O piso laminado vai deixar sua casa ainda mais bonita. Existem modelos constituídos de lâminas de madeiras revestidas com verniz ou resina de melamina e outros fabricados especificamente para ambientes com alto tráfego.

Os pisos laminados que imitam madeira se destacam pela beleza, resistência à desgaste e riscos e, claro, alta tecnologia. Já os pisos laminados de alto tráfego são revestidos com papel decorativo e podem ser instalados em estabelecimentos comerciais e casas.

Os pisos vinílicos são menos comuns, mas são conhecidos por imitarem materiais como cimento queimado, mármore e madeira. Ele é perfeito para quem não conta com um orçamento alto, mas mesmo assim não abre mão de ter pedras naturais ou conferir à casa um aspecto mais rústico.

É considerado um revestimento antialérgico e altamente resistente e durável. Cozinhas, quartos, salas e corredores são ambientes que podem ser cobertos por pisos vinílicos com facilidade. Se você é daqueles que não abre mão de comodidade, existem pisos vinílicos autocolantes que são instalados em poucas horas sem desperdício ou sujeira.

Precisa de pisos antiderrapantes? Aposte em pisos emborrachados. Ele é recomendado para espaços com fluxo intenso de pessoas, como escolas, academias, estacionamentos, jardins e varandas, e creches. Esse tipo de piso é a aposta perfeita que garante muito mais conforto e segurança para o seu lar.

Geralmente, o piso emborrachado está disponível em peças retangulares ou quadradas que, durante a instalação, devem ser posicionadas lado a lado para o acabamento perfeito. Uma vantagem é que ele pode ser aplicado diretamente no piso ou contrapiso. A maioria dos emborrachados são fabricados a partir de PVC – um plástico resistente e bem fácil de limpar.

O mercado ainda conta com pisos de vidro, indicados para serem usados em pontos específicos de um determinado ambiente, e pisos do tipo resina epóxi, que também são conhecidos como porcelanatos líquidos ou pisos 3D. Esse último é perfeito para reformas porque não necessita de quebra-quebra para ser instalado.

Se você está procurando revestimentos para a parede, ladrilhos hidráulicos são a escolha certeira para a sua casa. Fabricado a partir de cimentos e corantes, é uma peça totalmente artesanal, rústica, sem brilho, de alta resistência e durabilidade. Ele pode ser aplicado em áreas úmidas ou secas como cozinhas, banheiros e salas.

Devido ao alto grau de porosidade, o ladrilho hidráulico precisa ser protegido com uma camada de impermeabilizante e cera incolor. Você também pode utilizar esse tipo de revestimento para compor painéis decorativos e mosaicos.

Azulejos são outro tipo de revestimento que pode deixar o acabamento da sua casa ainda mais especial. Essa é uma peça que nunca sai de moda e, por ser prática, requer pouquíssima manutenção. Além do mais, também não necessita de argamassa e rejunte pois sofre dilatação e está disponível nas mais diversas cores e estampas.

Por fim, mas não menos importante, ainda temos pedras naturais e pastilhas. As pedras naturais podem se revestimentos a base de mármore e granito, por exemplo. Já pastilhas são comuns em lavanderias, cozinhas e banheiros. Elas geralmente são fabricadas a partir de cerâmica, mas também existem pastilhas de vidro, porcelana, madeira, pedra e até de inox.

Piso ideal para banheiro

Como tirar mancha do piso do banheiro?

Você lava o piso e mesmo assim ele continua com aspecto sujo. Quem nunca passou por isso? O aspecto poroso e encardido de pisos e revestimentos é um pesadelo para muitas pessoas. Em banheiros, especialmente, isso se torna ainda mais comum por causa da constante absorção de água e excesso de umidade. Mas é totalmente possível resolver esse problema de maneira simples.

Para limpar pisos cerâmicos, faça uma solução de um litro de água, 200 ml de vinagre branco, 1 colher de sopa de bicarbonato de sódio e 1 colher de sopa de detergente neutro. Misture bem e depois aplique sobre a mancha do piso. Depois esfregue com uma esponja ou vassoura e deixe agir por uns 10 minutinhos. Lave em seguida. Pronto!

Para os azulejos, a mistura é ainda mais simples. Basta preparar uma solução de um litro de água com 350 ml de água sanitária. Depois aplicar sobre o revestimento e deixar agir por 20 minutos. Só não se esqueça de usar luvas protetoras para sua segurança.

Para porcelanatos, passe um pano sobre o piso junto com uma colher de sopa de detergente neutro ou sabão neutro diluído em 5 litros de água. Limpadores multipisos também são boas indicações para manchas difíceis de remover.

É importante destacar que alguns tipos de pisos e revestimentos facilitam o acúmulo de gordura e sujeira naturalmente. Por isso, é muito importante manter hábitos de higiene e manutenção regulares para evitar que o encardido se acumule.

Qual a diferença entre cerâmica e porcelanato?

Esses revestimentos se diferenciam pela estética, resistência, matéria-prima e versatilidade. A cerâmica é composta por argila e minerais e, por isso, tende a ser mais rústica e discreta. Já o porcelanato é fabricado a partir da porcelana e outros materiais nobres e traz a ideia de sofisticação e pureza. Além disso, é mais indicado para áreas molhadas por ser impermeável.

A resistência também é outro fator diferencial entre cerâmica e porcelanato. Esse último tende a ser mais resistente e durável porque possui queima de combustão maior. Em relação ao acabamento e acessórios, a instalação do porcelanato conta com um espaçamento entre peças menores, enquanto que o piso cerâmico requer junta tradicional.

Outro aspecto bastante importante na hora da compra é a limpeza e manutenção desses revestimentos. O porcelanato consegue ser limpo apenas com um paninho úmido, água e detergente. Já a cerâmica requer um cuidado maior e inclui o uso de vassouras e aspiradores de pó, por exemplo.

Apesar de ambos serem considerados pisos extremamente indicados para os mais diversos tipos de ambientes, o porcelanato tende a ser mais versátil que a cerâmica, já que está disponível numa variedade maior de versões, modelos e estampas.

Como você pode perceber, eles possuem as suas particularidades e ambos podem ser utilizados em reformas e construções. Além do tipo de piso, você também não deve esquecer de comprar boas argamassas, rejuntes e impermeabilizantes para um bom assentamento, combinado?

O piso ideal para cada ambiente

Pisos para área externa: antes de escolher o melhor tipo de piso para a sua área externa, leve em consideração a incidência da luz solar no local, a quantidade de moradores e também se a casa recebe muitos idosos, crianças ou pets. Escolha pisos antiderrapantes e que não sujam muito rápido. Uma dica valiosa é dar preferência a pisos claros, pois eles esquentam menos.

O piso de cimento ou concreto não absorve calor e é uma indicação legal que você pode considerar. Para varandas e sacadas, aposte em porcelanatos naturais, não polidos, que, depois de assentados, não contraem.

Garagens pedem pisos cerâmicos que são baratos e fáceis de limpar. Se você está procurando um piso para a área próxima à churrasqueira, pisos acetinados podem ser uma boa pedida.

Pisos para quartos: pisos para quartos devem ser aconchegantes, afinal, esse tende a ser o cômodo mais confortável da casa, não é mesmo? A primeira opção são os pisos laminados. Pisos vinílicos também podem ser instalados em quartos porque são pisos leves, geralmente aplicados sobre contrapiso liso.

Por fim, mas não menos importante, o piso de madeira, também conhecido como assoalho, também é muito indicado para a cobertura de quartos. Eles não são tão em conta como os anteriores, mas proporcionam um excelente conforto térmico. Só tome cuidado para evitar riscos e arranhões, combinado?

Pisos para cozinhas: para o revestimento da cozinha, a principal dica é analisar se o piso possui alta resistência e é de fácil limpeza. Pia, fogão e armários ficam constantemente expostos a sujeiras e, se o piso não for bem escolhido, a chance de acumular gordura é bem alta.

O piso de cerâmica retificado confere um acabamento bem bonito ao ambiente e tende a acumular menos resíduos que os outros já que usa uma quantidade menor de rejunte. O piso de cimento queimado virou tendência e também pode ser uma boa escolha se você deseja dar um toque mais rústico à sua cozinha.

Também vale dar uma pesquisada em ladrilhos hidráulicos e pastilhas de vidro, porcelana ou cerâmica (possuem estilo retrô e são bem coloridos!) e porcelanato esmaltado, acetinado ou natural.

Pisos para banheiros: como você sabe, o banheiro é um ambiente que exige limpezas frequentes. Um dos pisos mais comuns é o porcelanato branco por ter um acabamento simples e neutro. Cores neutras provocam sensação de amplitude.

Além de ser instalado com facilidade, o porcelanato possui alta resistência à abrasão e é impermeável. Atualmente, existem uma infinidade de tipos de porcelanato disponíveis no mercado. O porcelanato acetinado, por exemplo, oferece maior resistência a riscos e manchas. Mas existem outras opções de pisos igualmente interessantes. Tudo vai depender da decoração do seu banheiro, revestimento das paredes, louças, metais e armários.

O piso cerâmico, por sua vez, também é muito usado e é uma alternativa de revestimento mais temporal, dando um toque mais pessoal ao ambiente. Se você não abre mão da segurança, opte pelo piso antiderrapante. Ele é ideal para áreas molhadas.

Além da escolha do tipo de piso para o seu banheiro, também não deixe de dar uma atenção especial à instalação das soleiras neste ambiente. Essa peça, geralmente feita de mármore ou granito, permite uma melhor divisão entre os cômodos, facilita a limpeza do lar e locomoção entre os moradores.

Pisos para salas: as salas são ambientes com grande movimentação de pessoas e, por isso, a escolha do piso ideal deve ser realizada de forma bastante cuidadosa. Pisos laminados são perfeitos para esse cômodo. Eles são fáceis de serem instalados, possuem conforto térmico e ainda por cima costumam ser resistentes.

Outra opção para apostar é o piso vinílico. Pisos vinílicos são antialérgicos e apresentam grande resistência ao atrito. E os porcelanatos? Eles se tornaram queridinhos ao longo do tempo e, hoje em dia, são sinônimo de requinte e sofisticação. Para a sala, vale pesquisar por porcelanatos polidos, acetinados e amadeirados.

Porcelanatos são revestimentos nobres capazes de cobrir todos os tipos de ambientes. Eles possuem como características principais a resistência, a durabilidade e a capacidade de proporcionar sensação de amplitude ao espaço. Como eles são versáteis se tornaram uma verdadeira unanimidade entre as pessoas que pensam em construir ou reformar.

Antes de comprar o seu, é legal avaliar o ambiente em que o porcelanato será instalado e o grau de umidade do espaço. Eles podem cobrir pisos ou paredes. Os tipos mais comuns de porcelanato são o polido, o esmaltado e o acetinado. O polido possui brilho intenso e textura lisa que facilita a limpeza. É indicado para ambientes como quartos e salas, mas deve ser evitado em áreas úmidas.

O esmaltado, como o próprio nome sugere, recebe uma camada de esmalte que é aplicada sobre a peça e pode ter os seguintes acabamentos: fosco, brilhante, liso e áspero. É indicado para áreas úmidas, como áreas externas e banheiros. Já o porcelanato acetinado apresenta textura fosca e é menos escorregadio que os anteriores. Ele é resistente a riscos e pode ser utilizado em todos os ambientes da casa.

O mercado ainda conta com porcelanatos do tipo retificado, que proporciona maior economia no assentamento de rejuntes, e porcelanato do tipo natural, que não recebe nenhum acabamento especial, o que favorece o seu uso em áreas de alto tráfego.

Compre tudo para a sua reforma ou construção navegando pelo site da Carajás!

PISOS E REVESTIMENTOS

Seleção de

Porcelanatos

Produtos encontrados: 692 Resultado da Pesquisa por: em 7 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar

Produtos encontrados: 692 Resultado da Pesquisa por: em 7 ms

Itens por página:

Produtos selecionados para comparar: 0Comparar